O dia 30 de setembro, para Igreja Católica, é marcado como o “Dia da Bíblia”. Isto porque nesta data, é celebrada a memória de São Jerônimo, presbítero e doutor da Igreja, que viveu pelo século III, na região da Dalmácia.

Jerônimo foi grande responsável pelas Traduções do Livro Sagrado, que em sua época, só apresentava compêndios nos escritos originais (hebraico e grego), enquanto a Igreja adotava o latim na Liturgia. Pelo seu empenho em tornar mais acessível a Palavra de Deus, a Igreja reconheceu sua santidade e contribuição para os fiéis, unindo vida e obra, dedicando o mês de sua memória ao seu objeto de estudo favorito: a Bíblia, estimulando a leitura contínua para melhor compreensão do que Deus tem a comunicar ao seu povo.

Que possamos aproveitar este ensejo para melhor aproximação desta “lâmpada para os passos e luz para os caminhos” (Sl 118, 105), que é a Palavra de Deus, para que no decorrer da vida, mantenha-se vivo o interesse e o amor por ela, pois, como disse São Jerônimo: “Ignorar as Escrituras é ignorar o próprio Cristo”.