“Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo” (Mt 28, 20), garantiu-nos Jesus.

Quanto a nós… até quando estamos dispostos a estar com Ele?

Em 2020, esta geração experimentou as dores da humanidade, que até então só se sabia que existia pelos registros históricos.

São tempos que nos obrigam a refletir mais sobre as nossas prioridades… sobre os nossos valores… sobre a nossa fé… sobre o quanto estamos abertos a acolher a Vontade de Deus e entregar tudo em Suas Mãos.

Em meio a tantos sofrimentos, pudemos contemplar o Carisma ser renovado em cada lágrima, que mais atestava a nossa “loucura de amor” por Aquele que nos chamou e que sabemos que é fiel!

Quando nos consagramos, afirmamos nossa pertença ao Senhor: ser todo de Deus, como Maria… “Que virtuosa presunção, pois quem poderia ser como Ela?”, já dizia nossa Mãe Fundadora.

Mas este desejo vai se concretizando à medida que vamos assumindo em nossa vocação as consequências do amor que não busca seus próprios interesses, mas somente estar junto ao Amado, mesmo diante de longos silêncios.

Reconhecer a presença constante de Jesus, conforme a Sua promessa, faz-nos perceber o quanto tudo o que pudermos lhe oferecer é pouco.

“Não abandonar Jesus” não é algo que fazemos em Seu benefício, mas em nosso próprio! Nós que necessitamos dele, e este Carisma existe para que o mundo saiba: NÓS NECESSITAMOS DE DEUS!

Não te deixaremos Jesus, porque Tu és o nosso único bem! Neste novo ano, queremos continuar em ação: em cada projeto, com cada necessidade da Igreja e dos irmãos; queremos continuar na ousadia de

SER COMO MARIA, UM SINAL DE DEUS NO MUNDO!