Nada como inaugurar um caderno quando não se tem motivação para continuar escrevendo naquele tão desgastado e rabiscado. É isto que Deus nos proporciona a cada novo ano que nos concede: a oportunidade de iniciar tudo de novo, com expectativas devidamente renovadas!

Sabemos que a cada dia, um recomeço… Voltando a analogia do caderno usado, é como as folhas limpas que ainda temos pelo meio. Mas chega um momento que precisamos mesmo é deste sentimento de começar “de novo”, e aí vêm as metas de que “no novo caderno, vou caprichar mais na letra, organizar melhor cada matéria e até tentar usar menos corretivo”, e tantas outras semelhantes que motivam a explorar melhor as próprias potencialidades de composição da própria história.

Infelizmente muitas pessoas têm se afundado tanto em si mesmas, que estão deixando passar despercebido o “caderno novo” que Deus lhes oferece e nisto vão entrando em completo desânimo, perdendo chances incríveis de sonhar e de se arriscar em novos planos.

Se você se vê neste momento, como alguém que não espera nada de 2021, significa que está na hora de esperar mais de você!

É preciso ter meta de vida: é preciso saber aonde se quer chegar, para assim se colocar a caminho!

Não deixe que o mundo sufoque os seus sonhos ou desdenhe deles… sonhar continua sendo “de graça”!

Para 2021, “fé, esperança e caridade”.

Feliz ano novo!